terça-feira, 2 de junho de 2009

UM PLANETA MELHOR? SÉRIO?

Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos, que esquecemos da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta.

Esta frase, está numa mensagem que me enviaram.

Sem dúvida, um pensamento maravilhoso que, posto em prática, daria os seus resultados.

Existe porém um pequeno senão que posso dividir em três partes, que vem deitar por terra toda a teoria contida na frase:
Chamarei a esse senão... FAMÍLIA, EDUCAÇÃO, ESCOLA.


A célula família, está em vias de extinção por degradação; logo, a palavra educação não cabe aqui. Consequentemente e devido à forma como estão a ser tratados os professores, os mestres, "os filos", a "sofia" não pode ser ministrada convenientemente.

Engenho e arte é o que menos nos damos conta nas mentes duma juventude cada vez mais dispersa e sem uma meta definida para atingir. Digo isto porque, instrutor que sou de vários cursos óptimos para pôr a sociedade a trabalhar, nomeadamente a juventude; presidente que sou de uma associação de pequenos agricultores que não querem ser grandes por medo ao futuro dúbio que pressagiam; membro que sou de uma comunidade que de tudo tem menos ideias em comum, não vejo como alterar a ordem das coisas.

Muito gostaria eu de neste caso ser um "Arquimedes" e poder com o jeito de uma alavanca, transformar em certezas a incerteza das consciências de quantos com o poder nas mãos, nada podem porque disso nada querem.

Fica o apelo para os "homens e mulheres" de bem:
"O homem não morre quando é derrotado; mas quando deixa de lutar pelo bem"!


Deus vos abençoe a todos!

Manuel Baptista

2 comentários:

Elias Silva disse...

Gostei muito da prosa do "cumpadre" que não resiste e coloquei no meu blog se vc quiser ver como ficou visite:htt://www.olabrador.blogspot.com

Andaíra disse...

Vc é uma verdadeira natureza...Pecebo que tudo isso lhe faz muito bem...Faltou vc andar o licor rsrsrs...